New Vision: Saia Plissada Metalizada

destaque_lissado_Lame

Plissado_Lame_01

Uma das tendências que mais me encantou nas últimas temporadas internacionais foi, sem dúvida, a saia plissada!

Antiga modelagem dos uniformes de escolas católicas, a peça é símbolo clássico de feminilidade e sofisticação.
Plissado_Lame_02Seguindo a aposta de muitas grifes internacionais, o modelo em versão mídi passa a vez, agora, para os recortes alongados.

O mais interessante é que a tendência, neste caso, explora outras duas esferas, vistas, também, nas passarelas:  os metalizados e os shapes assimétricos.

O resultado é um mix super moderno e traz um novo olhar sobre peças tradicionais que, até então, não fugiam da sua natureza clássica.

Plissado_Lame_05É incrível quando um estilista cria um novo olhar em peças que eram reconhecidas por seu caráter histórico e imutável, oferecendo um novo desejo de consumo.

Essas releituras – primeiro no modelo mídi, e agora no longo – possibilitaram uma maior aceitação (e agregação) do clássico modelo, permitindo, assim, novas combinações!

Plissado_Lame_03A moda tem “brincado” com esses padrões, reinventando-se em novos estilos. Isso, por exemplo, aconteceu com a saia longa plissada metalizada em lamê, que permuta entre looks sofisticados e esportivos sem perder o seu ar fashionista.

Plissado_Lame_04Além das passarelas, ela tem invadido o street style de forma relevante: são mil possibilidades – sem regras e sem medidas – que combinam com vários perfis.

As composições são inúmeras: com sneakers, flats, botas, moletom, tops, camisas, cropped, bomber jackets, tricô… Enfim!

Basta encontrar quais peças abraçam o seu estilo e viver todas as oportunidades que a moda oferece! Eu já encontrei a minha, e mostro por aqui em um próximo post!

Beijos, Alice Ferraz

186 pessoas curtiram este post

Leia também:

Dama de Ferro: Maria Silvia Bastos – Presidente do BNDES

Destaque_Maria_Silva_BNDES

Uma líder, que sabe muito bem como impor suas ideias e colher os bons resultados de suas atitudes, representando o poder da feminilidade na área em que atua!

Começo assim, bem direta, um texto em homenagem à Maria Silvia Bastos, grande administradora e executiva brasileira que, atualmente, assume o comando do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). É a primeira mulher a assumir um cargo tão elevado na história da empresa.

Vale lembrar, também, que foi a primeira diretora da instituição há 24 anos atrás.

MARIA_SILVIA_04

É a representação da fortaleza feminina em sua essência, que tanto inspira outras mulheres no país, inclusive eu :)

Fico tão feliz em ver mulheres alcançando postos que, até então, pareciam inatingíveis para nós.

É uma inspiração e um estímulo maravilhoso!

Mas, hoje, quero falar dela na minha área – moda e estilo – porque acredito que Maria Silvia acerta em cheio nas suas escolhas.

Por ocupar um alto cargo de chefia, sua preferência por peças de alfaiataria e por camisas de ótimo caimento – e que moldam o seu corpo – trazem a perfeita harmonia entre elegância e seriedade.

MARIA_SILVIA_01_certa

No dia em que foi nomeada como presidente do BNDES, Maria Silvia escolheu um símbolo clássico da moda corporativa: blazer e calça de alfaiataria, mas a ousadia veio na risca de giz , símbolo da elegância masculina da década de 20

O terno risca de giz tem estado na moda ocasionalmente desde o início do século 20. Eles foram usados originalmente pelos dândis ingleses e se tornaram icônicos através de homens, como o ator Cary Grant e o primeiro ministro do Reino Unido, Winston Churchill. Usar risca de giz tornou-se mais comum ao redor do mundo ao passo que os homens passaram a ter interesse em projetar uma imagem sofisticada através dos ternos que usavam.

MARIA_SILVIA_03

Achei lindo Maria Silvia usar um símbolo masculino com tanta suavidade! Camisa branca com decote, batom e esmalte vermelhos e nos brincos de pérolas: a demonstração máxima de que, sim, ela é mulher e feminina!

MARIA_SILVIA_06

Na semana passada, durante a entrevista que deu à jornalista Miram Leitão na GloboNews, Maria Silvia falou sobre as estratégias previstas para melhorar o desenvolvimento econômico do país.

Além da autoconfiança e assertividade na hora de abordar temas tão pontuais, ela traz um tom feminino que me deixou encantada. Uma certa delicadeza muito bem vinda.

Nesse dia a produção estava perfeita, uma camisa  de seda  com estampa gráfica, algo que me lembra as camisas de Paul Smith ou Peter Pilotto – que, por coincidência, também são ingleses. Será que Maria Silvia é como eu, fã do Reino Unido? :)

MARIA_SILVIA_07

Outro ponto forte é seu sorriso!

Ela tem um sorriso aberto e fácil, o que também nos mostra que não precisamos ser sisudas para falar de assuntos sérios.

MARIA_SILVIA_05

Maria Silvia Bastos inspira força, personalidade e estilo. É, no mínimo, um exemplo para as novas gerações, que estão em fase de construção de conceitos e valores tão pertinentes na sociedade em que vivemos.

Uma dama de ferro que merece o nosso reconhecimento!

Desejo a ela o melhor.

Que consiga ajudar nosso país e elevar o nome de nós, mulheres!

Beijos, Alice

192 pessoas curtiram este post

Leia também:

Back to Blazer!

destaque_blazer

blazer_01

Seja na clássica alfaiataria ou em modelagens descontruídas, o blazer é uma peça chave no guarda-roupa da mulher por deixar qualquer look mais sofisticado e elegante!

É versátil e valoriza o corpo – principalmente para quem tem o quadril largo.

Não importa qual é o seu estilo, sempre há um modelo que você consiga usar!

blazer_02Recortes mais retos e estruturados são os mais clássicos e perfeitos para o ambiente de trabalho ou para algum evento mais social. Tonalidades mais claras – como pastel e o branco – ajudam a dar um toque super feminino e delicado.

Processed with VSCO with a6 preset

Para amenizar o efeito mais sóbrio que tonalidades claras podem causar, eu usei blazer branco alongado como sobreposição, que conversou com a modelagem mais formal da pantacourt. A blusa com detalhes em telas e a flat sandal trouxeram uma essência mais despojada e confortável ao meu estilo!

blazer_03

blazer_04Modelagens mais alongadas e até alguns números a mais que o seu tamanho ajudam a criar o estilo tomboy – moderno e muito confortável! Podem ser usados tanto para aliviar a estrutura curta de uma modelagem mini, quanto para trazer um look mais despojado e urbano.

blazer_05

Além dos shapes, os tecidos – e estampas – estão cada vez mais variados! Alfaiataria (Calvin Klein Collection), brilhos com detalhes em veludo (Giorgio Armani), tweed (Michael Kors) e até versões adamascadas ganham força total para o street style e comprovam a pluralidade do modelo.

blazer_06 blazer_07

A forma mais prática de usar são os conjuntinhos porque são fáceis de combinar e se sobrepor com camisas de tecidos nobres (como a seda) e até com t-shirts em algodão, além de permitirem que você opte por um scarpin ou uma flat sandal para finalizar a produção.

Aqui, a criatividade ganha vez: modelagens cropped com calças de cintura alta de mesma estampa podem ser uma forma de repensar o modelo jumpsuit, assim como o oversized (hit da temporada, como mostrou com maestria Demna Gvasalia em sua primeira coleção para Balenciaga, Fall 2016) pode ser usado como vestido, dando um ar mais sensual no visual.

Uma maneira fácil e prática de criar sobreposições, repaginar looks e trazer muito mais estilo em qualquer produção, além de ser um curinga em climas amenos, como outono e a primavera.

Invista!

Beijos, Alice

206 pessoas curtiram este post

Leia também: