MFW: Highlights – Parte 1

O circuito de moda internacional está com tudo nessa temporada! Nas quatro capitais, vimos muitos revivals ganhando vida nas passarelas em perfeita harmonia com elementos clássicos. Confira a primeira parte dos meus destaques do Milan Fashion Week :)
desfiles_mfw_marras

Tendo como ponto de partida o clima festivo de Bamako (capital do Mali), Antonio Marras trouxe para o seu Verão 2017 uma coleção super festiva!

Em mood sessentista (em homenagem à independência do país, em 1960), o estilista italiano trouxe um mix de estampas com rendas, plissados e transparências que dão toque feminino e original à mulher contemporânea. Destaque para as sandálias em laço com meias (reafirmando a super tendência vista em temporadas passadas), que dividiu espaço com as sliders com aplicações. Um belíssimo trabalho!

desfiles_mfw_gabbana

A Itália de Dolce&Gabbana é sempre de tirar o fôlego! Rendas, estampas florais e muitos bordados decorativistas trazem à passarela toda a exuberância da mulher italiana.

Para o próximo verão, Stefano Gabbana e Domenico Dolce tiveram como ponto alto a culinária do país, com deliciosas estampas em espaguete, pizza, sorvete e pomodoro.

Referências religiosas também ganharam destaque em estampas e bordados de t-shirts brancas. Fica perceptível também o rejuvenescimento da marca através dos jeans, sneakers e outros elementos do streetwear.

Perfecto!desfiles_mfw_ferragamo

A primeira coleção de Fulvio Rigoni (antigo braço direito de Raf Simons na Dior) trouxe ares modernistas à sua primeira coleção frente à Salvatore Ferragamo.

No geral, suas peças reuniram algumas das principais tendências vistas nessa temporada: mangas volumosas, babados, cintura marcada, comprimento mídi, drapeados e estampa florais. O destaque fica nos modelos de sapatos (principal assinatura da grife), que ganharam trabalhos em tricô e solado de tênis.

desfiles_mfw_aujour

Sobreposições em sua máxima essência! Esse foi o truque de styling certeiro na coleção da grife super cool Au Jour Le Jour.

Criatividade não faltou: camisas em paetês ganharam mangas alongadas em diferentes texturas, vestidos e saias tiveram maxi fendas e sandálias em amarrações receberam estampas em vichy. Muitas foram as referências de Mirko Fontana e Diego Marquez (estilistas frente à marca italiana) para uma das apresentações mais autênticas da temporada!desfiles_mfw_armani

Giorgio Armani trouxe uma coleção sem um tema específico para o seu Verão 2017. Com o nome de “Charmani”, o novo trabalho do talentosíssimo estilista italiano traz um perfeito equilíbrio entre disciplina e liberdade, com a clássica alfaiataria Armani em modelagens mais relaxadas e fluídas.

No geral, tons azulados e acinzentados protagonizaram a maioria das peças. Micropaetês e bordados ajudam a amenizar a transparência de camisas que lembram muito o universo do sleepwear.

Mais uma vez, Giorgio Armani mostrando – com muita maestria – a perfeita união entre o clássico e o atual para um trabalho simplesmente encantador!

Stupendo!

Beijos, Alice

221 pessoas curtiram este post

Leia também:

As três maiores tendências do momento!

Nova York, Londres, Milão e Paris apresentaram diferentes propostas para a próxima temporada! Mas, apesar dos conceitos e referências diferentes, três tendências foram unânimes nas 4 capitais de moda. Vamos a elas:

trend_alert_01O clássico preto e branco nunca sai de cena! A dupla é versátil e tão atemporal que permite criar várias combinações passando por diferentes estilos. Com o boom das sobreposições, o destaque do duo color foi imediato, sendo aposta certeira de grifes como Dries Van Noten (e o seu verão dramático) e Michael Kors (com sua alfaiataria ora fluída, ora estruturada).

Foram as escolhas tanto da grife italiana Philosophy (que, desde 2014, tem Lorenzo Serafini em sua direção criativa) para estampar suas modelagens sensuais com aplicações em babados, quanto da Lanvin de Bouchra Jarrar, com seus traços minimalistas e clássicos!

Para o workwear, o branco apareceu para dar ponto de cor à produção black. A pantacourt em listras (que lembra muito o modelo risca de giz) e o casaqueto rendado com detalhes em babados traz originalidade à produção total Lenita Negrão – marca desejo de Fortaleza que tem conquistado meu coração! Para finalizar, a sandália desejo Céline vermelha.

trend_alert_babados

Depois de aparecer com bastante frequência na temporada Fall 2016, os babados mostraram que vieram para ficar no Verão 2017!

Com essência feminina e romântica, o corte é responsável por criar volume, fluidez e até mesmo sensualidade. O efeito completou vestidos, saias, blusas e camisas, em camadas sinuosas (a la anos 80) – mas também em recortes discretos e estruturados, que vão dos tons neutros às cores cítricas.

As aplicações ganharam vez tanto em saias e nas mangas de camisas (como o modelo nude by Cris Capoani que usei durante a temporada que estive com o meu Fhits no Rio de Janeiro este ano), quanto em sobreposições inusitadas, como fez MSGM, grife italiana criada pelo estilista Massimo Giorgetti.

Camadas e mais camadas para trazer uma mulher autêntica, segura e criativa :)

trend_alert_cinturamarcada

Resgatem os cintos! Com toda certeza, uma das apostas que mais apareceu nas passarelas para o próximo verão é a cintura marcada! Cintos, costuras, cores e volumes são responsáveis por marcar a silhueta de maneira poderosa e ultra feminina.

A minha escolha foi o maxi vest Apartamento 03, com recorte bem reto e alongado. Para finalizar, combinei a peça com uma calça de alfaiataria e um cinto em croco para dar mais estrutura ao look e modelar a cintura.

Esse é, com certeza, um truque de styling perfeito para nós brasileiras com cintura e quadril!

Beijos, Alice

215 pessoas curtiram este post

Leia também:

My View: Alberta Ferretti

Milão é casa das grifes mais tradicionais das semanas de moda internacionais e suas temporadas sempre trazem referências clássicas nas passarelas.

A estilista italiana Alberta Ferretti, por exemplo, apresentou um sofisticado desfile para o Verão 2017 de sua marca homônima e merece destaque aqui no blog. Vamos à coleção:

alberta_ferretti_01

Um dos grandes destaques foi a cartela de tons escolhida para dar vida às peças. Buscando referências no universo gypsy e no mood setentista – que aparecem em babados, transparências e leves sobreposições -, o duo color azul e roxo estampou a maioria das peças da grife.

São tons azulados vibrantes – que vão do royal ao azul-ciano – dividindo a cena com o roxo e o lilás. A intensidade das cores não abafa o romantismo das modelagens, que vieram com muito volume e fluidez!

alberta_ferretti_02

Além dos plissados metalizados, a super tendência da cintura marcada (que protagonizou quase todos os desfiles dessa temporada) também ganhou destaque, mas de uma forma inovadora: sobreposição de cintos!

Os acessórios – em tons preto e marrom – aparecem em versão slim e em várias camadas, substituindo os cintos de modelagem larga e garantindo nova proposta ao styling. Bravo!

Beijos, Alice

221 pessoas curtiram este post

Leia também: