All black com acessórios étnicos

All black com acessórios étnicos | Blog da Alice Ferraz

All black com acessórios étnicos | Blog da Alice Ferraz

All black com acessórios étnicos | Blog da Alice Ferraz

All black com acessórios étnicos | Blog da Alice Ferraz

Casaco, camiseta e calça: Joseph / Botas: Zara / Bolsa: Etro / Colares: Gabriela Pires

Amo usar preto com preto. Tem coisa mais poderosa do que abusar do black da cabeça aos pés? Gosto de pensar que quando o look é monocromático, ele dá a chance de explorar duas facetas opostas – uma, de continuar em monocor, imponente e impactante, e a outra de receber acessórios que roubam a cena. Hoje fui com essa segunda opção!

Aproveitei o fundo neutro para abusar da cor do ano, o verde esmeralda, no colar e na bolsa. Os dois têm um jeito étnico que amo e não me canso! Achei que ficaram ótimos em dupla e um complementou o outro, e a produção ficou pronta tanto para o dia quanto para a noite!

Mas como amo brincar com acessórios, resolvi provar outro colar só por diversão. Eis ele!

All black com acessórios étnicos | Blog da Alice Ferraz

All black com acessórios étnicos | Blog da Alice Ferraz

All black com acessórios étnicos | Blog da Alice Ferraz

 

All black com acessórios étnicos | Blog da Alice Ferraz

Fotos: Vitor Fernandes

Ainda no espírito étnico, experimentei o colar dourado que deu outra cara completamente ao visual! Todos sabem que preto e dourado é o duo supremo da elegância e foi assim que me senti usando-o, elegante! Ah, e tenho que completar: esse cenário não combinou demais? Faz parte do salão do querido Marcos Proença, um oásis no meio de SP <3

Beijos e uma ótima segunda-feira!

27 pessoas curtiram este post

Leia Também:

Amando o blazer branco!

Uou, terceiro post em sequência para falar do que ando amando! Primeiro postei dois looks PB inspiradores, depois mostrei o meu usando blazer branco, minha peça do momento…e agora modos de como usar o dito cujo! Tenho que dizer que o blazer branco não é só uma compra certeira para a temporada, mas sim pra vida toda. Pra começar: por ser uma peça de alfaiataria, é clássica, tradicional e não sai de moda. Depois, ele é uma peça para todas as estações – leve o bastante pra vestir no calor e bom companheiro nas sobreposições com malha do inverno. Quer mais uma razão? Ele vai com todos os estilos!

Que o diga Emmanuelle Alt, editora-chefe da Vogue Paris e a rainha do blazer branco!

Amando o blazer branco! | Blog da Alice Ferraz

No melhor estilo à francesa (super em alta no momento por culpa de Isabel Marant), a chefe da publicação de moda mais importante no mundo se veste como se tivesse um uniforme, geralmente priorizando a simplicidade de peças básicas, mas não menos interessantes! Emmanuelle tem no blazer, seja branco, preto, cinza, um complemento que dá acabamento ao look. Nada como o combo jeans skinny, camiseta, blazer e um belo salto alto para não fazer feio em todos os lugares, em qualquer hora!

Amando o blazer branco! | Blog da Alice Ferraz

E das ruas vem as maiores inspirações. Para mim, o look de Emily Weiss, blogueira do Into The Gloss, é perfeito. Combinado com a calça preta, uma blusa brilhante que cria mais ‘interessância’, sandálias de amarrar e bolsa branca, queria eu sair com a mesma produção agora mesmo. O blazer branco também é super pontual para quebrar peças moderninhas e balancear os ânimos. E o terninho all white? Combo chique ao extremo!! Nada mais elegante do que a dupla, ainda mais quando arrematada por sandálias duas tiras. Quanto ao último look, perguntei no post passado sobre soluções para usar o blazer no frio e eis aí uma muito boa, que usa camadas para deixar o visual quentinho e estiloso ao mesmo tempo. Só trocaria os sapatos ;D

Vida longa ao blazer branco!

17 pessoas curtiram este post

Leia Também:

Inverno em PB, a minha versão!

Inverno em PB, a minha versão! | Blog da Alice Ferraz

Inverno em PB, a minha versão! | Blog da Alice Ferraz

Inverno em PB, a minha versão! | Blog da Alice Ferraz

Inverno em PB, a minha versão! | Blog da Alice Ferraz

 Blazer: Talie NK / Camisa: Shoulder / Calça: NK Store / Bolsa: Céline

Ontem postei duas produções bem inspiradoras usando preto e branco nesse inverno e, coincidências do destino, achei essas fotos no meu computador do look que usei no desfile da NK Store mês passado na mesma cartela de cores!

Tenho que dizer que estou bem viciada no blazer branco. Acho a peça uma sofisticação só com um toque fashionista, pois mesmo que a cor seja a mais básica da cartela cromática não são tantas as pessoas que ainda se rendem a ela. Por que será?! A calça preta brilhante quebra a seriedade do combo camisa + blazer, e ainda fiz questão de colocar a barra para dentro da bota open toe para que ela ficasse naquele estilo harem que amo!

O problema é: usar o blazer indor está tudo ok, mas como enfrentar a rua com o item nesse frio sem passar aperto? Qual a sua sugestão? Me conte nos comentários!

14 pessoas curtiram este post

Leia Também:

Enfrentando o frio de P&B

Por mais que ame o tempo frio, vamos dizer que ele não é muito convidativo na hora de deixar a imaginação fluir…não por falta de opções, mas sim porque parece que a inspiração foge no momento que colocamos (mais uma vez) aquele mesmo casaco mais quente de todos que temos no closet. Como lutar contra peças tão quentinhas!? A minha dica é: persistência! A vontade é de sair de casa de pijama e estilizando o cobertor como echarpe? Até que sim, mas inspirações de mulheres que fizeram bonito em tempos gelados ajudam a deixar a ideia de lado e reaquecer o lado fashion.

Por isso compartilho essas duas ideias de produções da minha pastinha de inspirações!

Enfrentando o frio de P&B | Blog da Alice FerrazO que dizer do primeiro look? Ele é simplesmente A MINHA CARA! Usaria tudo assim, desse jeitinho, sem tirar nem por. A malha é linda com as listras em V e combinada à calça de alfaiataria e scarpins pretos, ficou pronta para ir do escritório a eventos. Arrematando com a bolsa branca então ficou mais lindo ainda. Desejei!

Figurinha carimbada aqui no blog, minha querida Taylor Tomasi-Hill é a dona do segundo look. Ela usa uma malha bem parecida com a do primeiro, então mostra como a peça assume duas identidades diferentes se combinadas com peças de outros moods. Aqui, com jeans, fica mais despojado mas ainda chique, culpa do casacão e e salto alto. Só não sei como consegue usar cropped pants nessa neve! Kkkk

Espero que se sintam tão inspiradas como eu. Vamos lutar juntas contra a mesmice no frio!

11 pessoas curtiram este post

Leia Também:

Truque do dia: estilo vem de berço

Truque do dia: estilo vem de berço | Blog da Alice Ferraz

De férias, no kids e não passa uma crianca desapercebida sem eu quebrar o pescoço para olhar. Reparo no jeito, nas atitudes e na forma que estão vestidas. Minha experiência como mãe de duas amadas little girls, diz o seguinte:

- De 0 a 12 meses: você é quem manda. Avós e maridos podem até tentar um palpite, mas a decisão sobre o look do baby é totalmente sua!

- De 12 a 24 meses: passada a fase dos macacões, bodies e afins, a hora é agora para exercer a sua criatividade fashion e deixar toda as outras mães babando pelas produções do seu filho.

- De 2 a 3 anos: eles não fazem parte desse mundo! A sensação que tenho é que vieram de “fofópolis”. Quando as roupas são bem moderninhas, é de babar!!!

- De 3 a 4 anos: está acabando o seu momento personal stylist. Aproveite, porque até os 4 anos ainda existe uma pequena possibilidade de você escolher uma roupa sem grandes oposições.

- 5 anos em diante: desista ou então, chegou a hora de partir para outro filho. A decisão nåo é mais sua. Super normal sair de bota num calor de 35 graus, ou então, fantasiado de Capitão América (pense que a fantasia escolhida poderia ter sido da Galinha Pintadinha) naquela festa em que você adoraria que estivesse bem arrumadinho. Acredite: você não será a única a passar por isso.

Gosto assim. Vejam se concordam comigo:

Truque do dia: estilo vem de berço | Blog da Alice Ferraz

Minha opinião é que as marcas aqui no Brasil pecam pelo excesso. Tudo rosa, muitos babados e lacinhos. Vestidos com manguinhas bufantes e casinhas de abelha na vitrine, quase tenho um treco. Nem minha mãe usava em mim, lá nos anos 80. Marcas, evoluam nas colecões Kids! É bem mais simples do que parece. Queremos nossos minis modernos, confortáveis, com muito estilo e atitude de sobra!

65 pessoas curtiram este post

Leia Também:

#originais serão sempre #originais – as novas Havaianas!

Não consigo nem lembrar quando comecei a minha coleção de Havaianas. Compro e ganho vários pares pois todos já sabem que é um presente perfeito para me dar. A nova cor, o novo modelo, quero todas!

Nessa última viagem a Londres o que me encantou foi ver os europeus usando as nossas Havaianas. Eles usam de uma maneira diferente! Estão vestidos dos pés à cabeça com calça, camisa…e Havaianas nos pés! Um chique despretensioso, um novo olhar da nossa querida da vida toda. Isso me deu vontade de compor looks com elas, não só aos finais de semana, mas sim os looks de verão do dia a dia com elas nos pés!

E esse novo modelo que fui convidada a conhecer só me deu asas à imaginação. O preview foi na loja maravilhosa da Oscar Freire e tenho que dizer que me deram palpitações, pois claro, achei modelos que quero já!

#originais serão sempre #originais   as novas Havaianas! | Blog da Alice Ferraz

Com Paula Martins, Anna Fasano, Cris Tamer, Chris Francini e Lalá Noleto vendo as novidades!

Esse lançamento, chamado Havaianas Flat, tem as estampas, combinações de cores e shape mais bonitos que já vi até agora. Eu particularmente amei as em degradê (Flat Sunset), passando uma vontade de que temos que assistir ao pôr-do-sol na beira da praia com o chinelo no pé! Adorei também a nova modelagem que vem em duas tiras laterais (Flat Gum) e as com tiras metálicas (Flat Up), na tendência da temporada. Ah, e as com mix and match de desenhos (Flat Mix)? Lindas demais!

Calçando, notei que essa coleção está com linhas mais delicadas, femininas…adorei mesmo ;D

Em breve volto com o desafio dos looks com Havaianas! Se elas são made in Brasil, então os melhores looks tem que sair do Brasil, certo?!

19 pessoas curtiram este post

Leia Também:

Eu dou Sangue por São Paulo!

Semanas atrás fui chamada para participar de uma campanha super importante e não tinha como recusar. Você doa sangue? Eu sim e por isso amei fazer parte desse movimento junto a celebridades e também outras bloggers do F*Hits!

Estou nessa de corpo e alma e acredito que todos nós temos que ter causas para nos engajar e ajudar (ou tentar ajudar!). Sei que muita gente pensa que 1 a mais não faz diferença, mas faz! Pesquisas indicam que menos de 2% dos brasileiros têm o costume de doar sangue e  vamos combinar? É pouco demais vendo que o nosso povo é tão solícito ao próximo!!

A campanha acima é promovida pelo hospital Sírio Libanês, mas muitos outros endereços pela cidade podem receber a sua doação: Hospital Municipal Dr. Cármino Caricchio (Hospital Tatuapé), Hospital Municipal Alípio Correa Neto (Hospital Ermelino Matarazzo), Hospital do Servidor Público Municipal, Hospital Municipal Dr. Fernando Mauro Pires da Rocha (Hospital Campo Limpo), Hemocentro da Unifesp, Banco de Sangue do Hospital 9 de Julho e Banco de Sangue do Hospital Santa Marcelina. Na grande São Paulo, os hemocentros do ABC, e no interior Bauru, Botucatu, Campinas, Jundiaí, Marília, Santos e Sorocaba também estão nessa!

Para doar:

Basta estar em boas condições físicas, alimentado, ter idade entre 16 e 67 anos, pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto. É bom evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e evitar bebidas alcoólicas 12 horas antes.

Data: até 30 de junho

Horário: das 9 às 18 horas

Local: Banco de Sangue do Hospital Sírio-Libanês, Rua Adma Jafet, 91 – Bela Vista, 3º SS Bloco D (ou algum dos endereços acima!)

Lembre-se: cada um de nós somos importantes e fazemos a diferença!

13 pessoas curtiram este post

Leia Também:

Convite especial! Vogue Archive

Alô alô, fashionistas de plantão!! Já que o Punk é o assunto no mundo da moda em 2013 (já viu o post mostrando por dentro da exposição?), fica a dica:

Marquem nas agendas que amanhã, terça-feira, às 13h, tem encontro marcado para um bate-papo super legal e exclusivo com o Diretor de Fotografia da Vogue, Ivan Shaw, para discutir a importância do estilo nas ruas, nas páginas da revista e sua história nos anos 1970 e 1980. Em parceria com o WGSN, a Vogue americana abrirá as portas do seu Vogue Archive para essa conversa de 45 minutos online. Como não amar a tecnologia?

Convite especial! Vogue Archive | Blog da Alice Ferraz

Para reservar o seu lugar, clique aqui – eles são limitados e grátis! Eu já reservei o meu ;)

14 pessoas curtiram este post

Leia Também:

A semana no Instagram!

A semana no Instagram! | Blog da Alice Ferraz

1. Que semana cheia de emoções!! A segunda-feira foi o ápice do movimento que tomou a ruas não só de São Paulo como do Brasil todo e fiz questão de usar branco para simbolizar essa mudança que estamos buscando para o nosso país.

2. #vemprarua!! Acompanhei a movimentação na Rua Augusta, um dos principais pontos de São Paulo e dei meu apoio!

3. Tive que fazer um #regram do Joca Guanaes, que capturou até Mark Zuckerberg com sua plaquinha de protesto!! Kkkk e não, não é mentira!

4. Agora falando em moda, não são umas graças essas Havaianas novas? Fui conhecer a nova coleção e conto mais amanhã aqui no blog.

5. A febre da onça não para mais e peças com a animal print assinadas pela Tigresse acabaram de chegar no F*Hits Shops. Bem imperdível, viu?

6. Contei que estou fazendo acompanhamento de dieta com a GioNutri nesse post aqui e vou confessar que estou adorando receber minhas refeições todos os dias. São bem práticas e, principalmente, gostosas!

7. Vamos dar um up nos acessórios? A Pick n’ Mix está com desconto de 50% no Shops para você arrematar muuuuuuuuitas peças :)

8. Inesperadas e lindas, amei as flores em tons de azul, que têm tudo a ver…

9. …com as novas peças Azul Klein que Camila Coelho selecionou para o Shops essa semana!

 

9 pessoas curtiram este post

Leia Também:

Truque do dia: penteados para fazer a cabeça

Truque do dia: penteados para fazer a cabeça | Blog da Alice Ferraz

Saindo de férias, feliz da vida… Ai, ai…indo encontrar o marido que foi à trabalho e está la me esperando… Ê vida boa… Chego, descanso das turbulências do dia a dia, tento amenizar o “jet lag”, saio para bater perna enquanto o marido não chega para me encontrar no hotel. Tudo certo, feliz, rindo à toa. Temos uma festa à noite, daquelas que promete.

Festa? (Começo um diálogo interno). Com que roupa? Já sei. Aquele vestido preto lindo que investi e usei apenas uma vez. Na dúvida, insegura com a ocasião, é com ele que eu vou. Maquiagem: super me viro, sempre faço a mesma. Olhão bem preto, esfumado, quase um tubo de rímel por olho, assim levanta o olhar, boca nada, base não uso, pó para tirar o brilho (acabo de descobrir que desse tipo eu não gosto), blush até dizer chega e ficar mais rosa que a pantera cor de rosa. Ok. Tudo certo. Cabelo!!! Ai…. SOCORRO! Agora que me dei conta! Como eu faço? Não vou ter minha cabelereira amiga, fiel escudeira de todas as festas, para fazer aquele super penteado que passei horas procurando nos blogs mais fantásticos do assunto?! E agora? Só uma secada e ficar com a mesma cara de todos os dias. Não, isso não. Tento eu? Não fica bom! Já tentei várias vezes e tá aí uma coisa que sempre me arrependo de ter tentado. Nunca dá certo. Minha única chance é o cabelereiro do hotel! Boa! E se não tiver? Sempre tem o salão da esquina, do bairro. Ok. Vou atrás dele então. Falo para o marido que vou dar um pulo na farmácia e volto cheia de “bobs” na cabeça! Brincadeira…uma nova PEC proibiu os “bobs” de circularem pelas ruas. Sabiam?

Bom, aquelas referências que tinha separado, vou ter que carregar comigo. Preciso apenas pensar, o estilo que quero fazer:

Truque do dia: penteados para fazer a cabeça | Blog da Alice Ferraz

Achei! Tem um cabelereiro há dez quarteirões do hotel. Nem é tão longe assim. Agora, preciso da ajuda de vocês. Sou geminiana e indecisa desde que me entendo por gente. Numerei para facilitar na escolha. Gosto bastante do 1. Pronto é esse. Mas o 2 é tão sofisticado. E agora?! Ai que dúvida! Ah, já sei, prefiro o 4, quero fazer um estilo mais moderna. E o 6, hein? HELP ME!!! O meu penteado quem decide são vocês!

65 pessoas curtiram este post

Leia Também: