Trend hits: Maxi Tricot

Arte-1

 

Quando falamos de inverno, inevitavelmente, nos deparamos com um dos clássicos trabalhos manuais que é a cara da temporada: o tricô. Nos últimos desfiles internacionais, vi uma série de roupas com shapes amplos – seja em comprimento ou com volume nas mangas. Adorei ver que as grandes marcas estão investindo nesta tendência, que é tão forte aqui no Brasil na temporada fria, e, acima de tudo, muito elegante.

Arte-2

Com formatos nada óbvios, as grifes trouxeram criações modernas e cheias de personalidade. Com pontos mais largos – simulando falhas -, a Zadig & Voltaire investiu na atitude street, com direito à assimetria na barra. Já a modelagem cropped com mangas fofas da Fendi promete ser aliada fortíssima de visuais com sobreposições elegantes. Nas passarelas de Calvin Klein, Stella McCartney e Oscar de La Renta, os tricôs mostram sua versatilidade e fazem par perfeito com saias mais leves e delicadas. Além das opções monocromáticas, listras e desenhos geométricos também são o destaque das coleções. Na minha escolha para o visual em solo britânico, o modelo confortável Viviane Furrier surge com estampa artsy em uma cartela baseada no vermelho, branco, cinza e off white.

Arte-3

Entre as cores que mais ganharam atenção na estação, o amarelo surge como aliado para dar energia aos looks invernais. A sintonia foi vista durante a Semana de Moda de Nova York. No street style, Paulinha Sampaio optou pelo suéter oversized com listras, também nas tonalidades off-white, terroso e cinza, enquanto nas passarelas, a Tibi apresentou uma versão com contraste fluorescente na área do decote.

Arte-4Para quem é fã absoluta do cinza, saiba que ele permanece como queridinho quando o assunto é tricô. Do clarinho ao grafite, as peças surgem com poder, principalmente nas tramas. A mistura de texturas é aposta de grifes como Stella McCartney e seu longo tricô com fenda lateral – que evidencia ainda mais a saia com transparência e renda. Na Altuzarra, ilhóses imersos nos fios criam uma proposta urbana, com direito a sobreposições na área da gola. Com jeans destroyed + maxipull, Fernanda Britto mostra que a dupla forma um combo imbatível!

Já escolheu o seu modelo preferido? Inspirações não faltam! O segredo é sempre investir na opção que mais combina com você e brincar com contrastes de shapes e cores. Na moda, vale tudo!

254 pessoas curtiram este post

New collection: Barbara Bela Inverno 2018

Arte-1

Esta semana, que acompanhou o Instagram do F*hits viu alguns destaques do lançamento da marca mineira Barbara Bela, durante um jantar muito especial no Terraço Itália. Por lá, algumas dicas do que a coleção trazia.

Ao chegar, máscaras que remetiam ao Carnaval tradicional de Veneza, com máscaras e um glamour chiquérrimo. Tudo isso para introduzir o tema do próximo Inverno da grife. A cena é Veneza e toda a sua atmosfera artística no início do século XX. A musa é Peggy Guggenheim com sua energia efervescente que elegeu a cidade para morar e abrigar suas obras de arte e ficou famosa pelo seu lifestyle sedutor, regado a festas e muitos amores. Todo esse luxo e sofisticação refletiu em criações com bordados, seda, georgette, rendas como base das peças.

Arte-3

Na estética elegante e superfeminina, há versões all black, com um mix de brilhos e transparências, em longos e jaquetas bomber, que dão um toue street couture maravilhoso. Já na ala das estampas, um contraste de cetim, seda e rendas evidencia ainda mais as flores dos vestidos – alguns com camadas, outros com fendas delicadas. A Sophia Alckmin usou um modelo girlie com franzidos nas alças que cobrem completamente o decote. Adorei!

Arte-2

Como é bom acompanhar apresentações inspiradoras! Ainda mais com uma vista deslumbrante. O premiadíssimo Terrado Itália está no topo de um dos prédios mais icônicos e imponentes de São Paulo, o Edificio Italia, que tem 165 m de altura e é dos marcos da arquitetura brasileira. Lugar perfeito para celebrar!

307 pessoas curtiram este post

Trend hits: Capas

capas1

Capa: ‘2Essential

Se há um modelo que vem se destacando no guarda-roupa das fashionistas, sem dúvida, é a capa. Ela, que faz a vez de casaco ou até mesmo de blusas, é um item versátil e sofisticado. De algumas temporadas para cá, vi tantas versões nas passarelas, das estampadas longas às curtas monocromáticas, com shapes que dão ainda mais movimento aos visuais.

No meu look, a “capinha” de cashmere lilás da coleção Carol Bassi para a 2’, private label do Shop2gether. Um presente que eu amei! Sabe aquela peça leve, versátil e perfeita para o dia a dia? A capa é 100% cashmere e ideal para transformar produções com gola alta, blusa de manga longa ou até mesmo t-shirt. Já na Fendi, uma proposta completamente diferente. O comprimento mídi e a brincadeira de padronagens e texturas foram essenciais para deixar a composição extremamente elegante.
capas2

Na passarela, Derek Lam mostrou que a modelagem com abertura para os braços permanece forte com a capa de tonalidade terrosa e viés de couro, combinação cool e chique. Enquanto isso, Bruna Unzueta criou um visual girlie urbana com jeans rasgado e sock boots. Com sua estrutura coberta, a Gucci provou que a estética da “vovó” segue em destaque – e inspiradora!

capas3

Nas passarelas parisienses, percebi que a atitude genderless foi a mais evidente. Os tons sóbrios, como preto e nude-terroso, tiveram predominância nos modelos apresentados pelas grifes. Seja full color ou com uma estampa que una as duas cores, essa estética cobriu opções curtas e longas. Algumas tiveram detalhe de pêlo na área da gola, como na coleção de Elie Saab e Loewe.

Pronta para escolher a sua capa para o próximo inverno?

302 pessoas curtiram este post