O Resort 2018 da Louis Vuitton

Capa

Capa

Da Califórnia para uma cidade próxima de Kyoto. Essa foi a longa viagem que os fashionistas precisaram fazer após conferirem a apresentação de Resort da Dior – e seguir para o seu destino no Japão, o país escolhido por Nicolas Ghesquière para realizar o desfile da Louis Vuitton. Afinal, após a incrível experiência em solo carioca, o estilista precisava surpreender novamente, não é? Tudo tinha uma sintonia – do cenário deslumbrante no Miho Museum a cada item desenvolvido pelo diretor criativo.
3

Agora vamos à coleção! Para começar, acho incrível que a cultura oriental esteja, cada vez mais, ganhando espaço nas roupas, acessórios e na beleza. Vi tanto nas últimas semanas de moda. Aqui, Ghesquière escolheu as armaduras de samurais como ponto de partida para suas peças ricas em texturas, brilhos e bordados. Não pense em encontrar looks simples. Aliás, a combinação de tantos elementos nada óbvios é uma das expertises de Nicolas. Exemplo? Os metalizados canelados com camisas listradas, lenços estampados no pescoço e calça de alfaiataria bicolor. Sem citar as bolsas, que surgem adaptadas para cada tema sempre trazendo os símbolos tradicionais da maison francesa.

6

Com diversos shapes, os vestidos brilhantes, alguns com paetês e outros com glitter, surgiram com propostas diferentes. A versão curta com mangas largas e bordado com referência na arte inconfundível do estilista japonês Kansai Yamamoto. Desta vez, um look sem sobreposições, mas acompanhado de botas de cano curto com relevos e bico fino. O dourado longo coberto por cristais era pesado, mas maleável. Por baixo, o styling contou com uma saia de renda floral transparência ultraleve. E com calça justa e jaqueta de crocodilo? Também teve! Só que, agora, mais curto e com barra assimétrica.

2

Falando em armaduras, uma reprodução fashion em versão colete para sobrepor vestidos e camisetas brancas. Achei cool este equilíbrio entre pesos e materiais. 4

Já nas padronagens, que prometem ser hit, desenhos caóticos e uma espécie de nuvens camufladas decoram looks das cabeças aos pés. Sem falar que a sintonia das cores é incrível e usável.5

Pronta para a próxima apresentação de Resort?

209 pessoas curtiram este post

O Resort encantador da Dior

1

1

 

É incrível como cada apresentação de Resort (alguns chamam de “Cruise”) é surpreendente e inesperada. E nada se compara às apresentações durante as fashion weeks tradicionais outono-inverno e primavera-verão. É um show de criatividade que ultrapassa fronteiras – e oceanos, literalmente. O terceiro grande evento foi da Dior em solo californiano. Uma atmosfera tão rica em cultura e nada óbvia. Afinal, quem imaginaria que Maria Grazia Chiuri escolheria a Reserva Natural Las Virgenes, em Calabasas, para ser cenário da sua coleção? Bom, para a primeira Cruise da estilista, era realmente importante deixar todos de boca aberta.

2

Entre tantos fashionistas preparados para ver uma série de hits – que vai desde as roupas à beleza assinada por Peter Philips -, os suspiros foram incessáveis. Digo isso porque fiquei apaixonada. Achei incrível o ponto de partida da criação das peças e de todo o conceito. Começou com as pinturas rupestres que foram encontradas nas cavernas de Lascaux, no sudoeste da França. Pense em uma série de flores pintadas à mão em saias e ponchos longos franjados no maior ar Navajo. Adorei os chapéus com desenhos e aplicações de pedras na borda da cúpula. 3

O trabalho de handmade, além do toque artsy, também foi visto nos vestidos feitos com pontos de crochê e cobertos por listras coloridas. Já as icônicas e desejadas fitas com o escrito “Christian Dior” apareceram em outras versões de longos, sendo alguns feitos de camurça e com a silhueta superfeminina, outros cheios de franjas vermelhas. Os fluidos monocromáticos com decote V também marcaram presença em looks com ou sem sobreposição de camisa.4Outro destaque que amei foi a cartela terrosa em maxi casacos, vestidos de tule bordados e nos vestidos com padronagem xadrez bem campestre. É chique e atemporal!

E, mais uma vez, a estilista traz a força da sua mulher Dior com uma história diferente para contar – e encantar, claro.

beijos, alice

208 pessoas curtiram este post

Special tip: Vip Turismo London

vipturismo_destaque

vipturismo_01

Chegar em Londres é sempre especial. É um dos meus destinos preferidos (ever!), passo dias incríveis pelas ruas londrinas e aproveito cada minuto que estou lá. Afinal, a cidade não pára e você precisa acompanhar o ritmo de alguma forma. E, acredite, vale a pena fazer parte desta atmosfera tão maravilhosa.

Durante esta última semana de moda, fiquei entusiasmada por ter uma equipe responsável por cuidar do nosso transporte em meio a esta maratona intensa de eventos e desfiles. A Vip Turismo Londres é uma empresa que faz translados, passeios exclusivos, entre outros serviços personalizados, como eventos, chofer e concierge. É tão confortável saber que você não vai chegar atrasada aos seus compromissos, ainda mais tratando-se da terra da rainha (onde as pessoas são extremamente pontuais). Outro ponto muito bacana é que as pessoas que trabalham na empresa são brasileiras, ou seja, facilita tudo!

vipturismo_02

vipturismo_03Na série de destinos dos passeios estão roteiros obrigatórios na cidade. Desde um city tour pelos pontos turísticos de Londres (como a London Eye e o Palácio de Buckingham) a um dia de compras no Outlet Shopping Bicester Village. Tudo sem preocupação e com uma vontade de voltar logo para a capital inglesa o mais rápido possível (nisso, eu sou ainda mais suspeita para falar kkk).

Beijos, Alice

fhits_lfw

197 pessoas curtiram este post