menucelular

fecharmenu

MFW+PFW SPRING 2020: FENDI, LOUIS VUITTON E SAINT LAURENT

Mesmo com o fim da semana de moda internacional, é incrível como sempre conseguimos achar (e descobrir!) alguns pontos para analisar com mais calma. Parece um throwback constante! Afinal, recebemos um boom de informações todos os dias e precisamos de um certo tempo para parar e olhar de novo. No caso, estamos falando de três marcas que fizeram suas apresentações e cada uma traz um destaque para ser pontuado.

No caso da Fendi, a grife italiana fez, praticamente, o seu debut pós Karl Lagerfeld na semana de moda milanesa. Agora, sob comando de Silvia Venturini Fendi (que antes era a responsável pelas criações de bolsas e do masculino), a coleção feminina trouxe um ar fresh e mais comercial para a temporada de Verão 2020. Estampas florais supercoloridas, em shapes jovens e modernos, dentro de um mood solar, foram o ponto alto da passarela.

Já na passarela da Louis Vuitton, Nicolas Ghesquière trouxe seu ar modernista para a alfaiataria de um jeito completamente desejável – e elevou o nível do que conhecemos como “mix de estampas”. Pense no encontro entre as estampas chevron e risca de giz, sendo uma em colete justíssimo, por cima de uma regata vermelha com gola polo, e outra na calça pantalona com bolsos – um utilitário bem diferente do comum. A estampa espinha de peixe ainda se repetiu em diversas formas, seja na composição de paetês coloridos + sobreposição de camisa xadrez, ou no blazer com ombros arredondados, no maior ar bufante-romântico. Por baixo, um macacão risca de giz com fundo branco. 

Elegância com aquela pitada de ousadia. Anthony Vaccarello não poupa esforços para trazer recortes, transparências e comprimentos curtos para a Saint Laurent. Claro, sempre com a ideia de misturar os moods rocker + boho + boyish de formas surpreendentes. Para o Verão 2020, as apostas do estilista contaram com assimetrias com franzidos estratégicos; básicos renovados, como a camisa branca, usada com minishort de couro texturizado e trench coat; e, claro, o bom e icônico smoking, imortalizado por Yves Saint Laurent, coberto por paetês. Contrastes marcantes para a temporada!

Com sofisticação e jovialidade acima de tudo, as marcas não economizaram na criatividade. Independente do estilo, é incrível como a liberdade – para misturar prints e deixar pele em evidência – guia as coleções.

Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Blog da Alice Ferraz 2013®. Todos os direitos reservados.