menucelular

fecharmenu

Trend hits: Color Block

Se há resquícios da década de 1980 impactando na moda, sem dúvidas, não é possível deixar o color block da lista. O match de cores acesas, que foi um dos grandes símbolos da época, foi usado por diversas marcas que intensificaram a tendência e transformaram a estética em sinônimo de movimento cool. Após bons anos adormecida, a combinação voltou às passarelas e ruas com força e, diferente do passado, parece ter vida longa. Durante as mais recentes apresentações de Haute Couture, a mistura de duas ou mais tonalidades vibrantes deu o ar da graça em looks modernos e cheios de elegância. Texturas e materiais diferentes também foram boas composições entre as apostas dos diretores criativos. Na Valentino, Pierpaolo Piccioli trouxe o vermelho como peça para contracenar com o casaco verde claro de plumas. Nos pés, destaque para as botas azuis tom de céu. Já na Giambattista Valli, a proposta fresh contava com um vestido curto coberto por babados + um casaco com cauda e mangas volumosíssimas. Para a Ralph & Russo, a conexão red & pink foi a eleita para o longo alça one shoulder e maxi fenda.

Fora das coleções de Alta Costura, o prêt-à-porter traz muitas referências de caminhos para seguir. Em uma das minhas produções, optei por uma camisa vermelha de seda e saia púrpura com motivos florais. Repare como eleger uma textura pode ser uma das formas de acrescentar informação de moda e deixar o visual ainda mais sofisticado.

Trazendo o rosa como elemento de contraste, Nicole Pinheiro e Claudia Bartelle apostaram em opções de mix especiais – enquanto Claudia combinou com clochard pants roxa, Nicole escolheu a saia de couro verde com cintura alta e fechamento transpassado. Duas maneiras de atualizar o tom e explorar ainda mais a cartela de cores.

Com a proposta de leveza, Luiza Sobral e Denise Gebrim apresentaram caminhos para criar looks com pitada fun. De um lado, o cropped top e a saia midi de cintura alta trazendo roxo e verde militar; do outro, lilás e pink em uma sintonia sofisticada e fresca.

Entre as estéticas ideais para os dias mais frios, vale um primeiro ponto. É importante sempre lembrar que, quanto a paleta cromática, não há regras para a estação. Por isso, lembre-se de investir o máximo que puder em tonalidades saturadas – justamente para dar uma injeção de energia ao outfit. Seja em composições assimétricas ou alfaiataria, sempre vale explorar o máximo dos tons. Roxo e vermelho? Sim! Amarelo e roxo? Também!

Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Blog da Alice Ferraz 2013®. Todos os direitos reservados.