menucelular

fecharmenu

Must read: quatro livros inspiradores

Arte-1

Dentro do ritmo frenético que vivemos é necessário dar aquela pausa para recarregar as energias e acalmar a mente. Afinal, recebemos uma enxurrada de informação e é preciso dar um reset. Durante os finais de semana costumo desconectar um pouco e ler alguns livros no meu cantinho especial ao lado da Tetê.

Aqui, selecionei quatro publicações que mais gostei de ler nos últimos tempos. E que são as minhas dicas para quem está nesta busca por boas leituras.
Arte-2

Minha mais recente descoberta! Da minha última viagem para Londres, encontrei o “12 Rules for Life”, escrito pelo psicólogo canadense Jordan Peterson. Como o título já entrega, o best seller traz os doze princípios profundos e práticos de como viver de forma leve e conectada com si mesmo. Inclusive, ele propõe uma busca por significados e dá algumas dicas que vale pensar a respeito. Uma delas? “Organize a sua casa antes de criticar o mundo”.

Arte-3

O britânico Ian McEwan é um dos maiores escritores da atualidade – isso porque há uma genialidade na hora de propor narrativas, acima de tudo, inesperadas. Em “Enclausurado”, quem conta a história é um feto, que, ainda na barriga da mãe, escuta os planos para assassinar o marido. Com todo aquele caminho esperado para o lado trágico, há um humor incrível e completamente inesperado.Arte-4

Já o livro “Pequeno Tratado das Grandes Virtudes” é, sem dúvida, uma das publicações mais importantes dos dias de hoje, porque acompanha exatamente o que estamos vivendo. Li ele em Alagoas,  durante o casamento da Helena Lunardelli, e foi revigorante. Ele levanta questões que muitas vezes ficam esquecidas e dá destaque para uma palavra importantíssima, a virtude. Segundo o autor André Comte-Sponville, não é porque não falamos dela que isso a torna dispensável. É preciso julgar as virtudes mais importantes, o que são, ou o que deveriam ser, e o que as torna sempre necessárias e sempre difíceis.Arte-5E quem não gostaria de encontrar o segredo da felicidade plena e duradoura? A questão foi levantada por grandes nomes religiosos, Dalai Lama e Desmond Tutu, que se encontraram para falar do assunto e todo o diálogo foi registrado no livro “Contentamento”. O escritor Douglas Abrams acompanhou acompanhou a conversa entre os dois, que durou cinco dias em Dharamsala, na Índia, durante a celebração do 80º aniversário do líder tibetano. É inspirador! Eles levantam histórias marcadas por décadas de exílio e pela opressão e intolerância, ao longo de conversas íntimas, repletas de risos espontâneos e lembranças de amor e perda. Quando a gente chega no final da última página é uma sensação única de leveza.

Formas deliciosas de alimentar a mente de boas energias e palavras sábias. Os quatro livros são daqueles que a gente começa e, sem ver o tempo passar, já acaba.

E você, já leu algum deles?

5 pessoas curtiram este post

Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Blog da Alice Ferraz 2013®. Todos os direitos reservados.