menucelular

fecharmenu

It-bag: Dior Sauvage

É incrível como alguns desfiles marcam a gente. Ainda mais nas últimas temporadas, quando as grifes trouxeram um pouco das suas origens e compartilharam preciosidades de outras épocas, criando espetáculos surpreendentes e que vão além das roupas. A Christian Dior foi uma delas! A diretora criativa Maria Grazia Chiuri uniu arquivos resgatados da década de 1950 ao conceito feminista que vem trabalhando a cada coleção uma forma diferente de transformar o assunto em uma moda elegante e moderna. Ela apresenta peças únicas, com a interpretação fresca deste momento da casa francesa e atrai novos olhares.

Arte-2

No stories de ontem, falei sobre uma bolsa que é muito especial para mim – e a minha nova companheira. Sem dúvida, um dos acessórios mais marcantes da Cruise 2018 da Dior. O modelo faz parte da coleção Dior Sauvage e está entre a série de itens que fizeram as fashionistas arrancarem suspiros. Isso porque as pinturas rupestres, que decoraram as peças, vieram dos arquivos da maison com data de 1951. Este material faz parte das criações do próprio Christian Dior, que buscou inspiração nestes registros da gruta de Lascaux e desenvolveu uma estampa com desenhos que lembram uma representação feminina primitiva para a linha batizada de Ovale. Perfeita para o dia a dia, principalmente para o clima brasileiro.

158 pessoas curtiram este post

Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Blog da Alice Ferraz 2013®. Todos os direitos reservados.