menucelular

fecharmenu

Must talk: A 75ª edição do Golden Globe

Arte-1

A noite passada foi, na minha opinião, memorável. Em Beverly Hills, aconteceu a 75ª edição do Golden Globe, a premiação que foi além dos troféus e bons vestidos longos. Desta vez, as atrizes foram ao tapete vermelho com um protesto importante, o movimento Time’s Up Now, que convida mulheres para lutarem contra o assédio sexual. O que se viu? Apresentadoras, indicadas e convidadas estavam vestidas de preto como apoio a campanha internacional. Todas elegantes, mas com um recado a passar a diante. Teve um discurso emocionante de Oprah Winfrey, primeira mulher negra a receber o prêmio Cecil B. DeMille,  e palavras de Meryl Streep, Michelle Williams e Emma Watson.

Entre as criações eleitas pelas estrelas, o preto mostrou que, cada uma delas, revelou sua personalidade com detalhes, modelagens e materiais, mostrando o poder da cor! Para começar, Nicole Kidman, a ganhadora do prêmio de melhor atriz, optou por uma criação de Clare Waight Keller para a Givenchy. O modelo combinava transparências, brilhos, babados localizados nas mangas e uma saia com caimento impecável. Já Jessica Biel apostou no longo Dior, que mesclava tule preto e uma aplicação de veludo em formato de “C”, que começava no decote tomara-que-caia e ia até metade da saia. Com ponto de cor na parte superior, a atriz Allison Williams vestiu o longo preto bordado de verão 2017 da Giorgio Armani.

Arte-2

Entre tantos bordados e mix de texturas, algumas musas investiram em versões clássicas. Viola Davis escolheu um Brandon Maxwell, com decote princesa, e acrescentou colares de pérolas para deixar o visual ainda mais sofisticado. Dakota Johnson foi com um longo assinado por Alessandro Michelle para a Gucci, com um cinto de fivela metalizada e costas com laço de tachas miúdas que cobriam toda a saia de tule. Deslumbrante como sempre, Jessica Chastain atravessou o tapete vermelho à bordo de um Armani Privè com bordados laterais e corte que destacou ainda mais a sua silhueta.

Arte-3

A estrela de Outlander, Caitriona Balfe, surgiu com uma peça de Alta Costura da Chanel, com alças feitas com tweed e duas mangas formada com babados e desfiados, que se repetiam na saia. Os cabelos partidos de lado, com efeito glossy, deram modernidade ao look. Mostrando que nunca é cedo para protestar, Millie Bobby Brown, de Stranger Things, atraiu os holofotes durante a premiação da noite vestindo Calvin Klein por Raf Simons com uma espécie de gola-capa que criou ondulações nas laterais. Alison Brie surpreendeu! O vestido volumoso de Vassilis Zoulias sobrepôs a calça de alfaiataria, vista por uma das fendas. Adorei! Sarah Jessica Park elegeu um Dolce& Gabbana, que trazia diversos elementos, entre tule, renda, corset, cetim, veludo e cinto de cristais.

Foi lindo ver este time em prol de uma causa. Um momento para quebrar o silêncio e representar mulheres do mundo todo. “Por muito tempo as mulheres não foram ouvidas e foram desacreditadas quando ousaram falar a verdade para os homens, mas esse tempo acabou. Um novo dia está no horizonte. E, quando chegar, será por causa de muitas mulheres maravilhosas, muitas delas estão aqui. Quem sabe nesse dia nenhuma mulher terá que dizer eu também”. Amém, Oprah!

4 pessoas curtiram este post

Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Blog da Alice Ferraz 2013®. Todos os direitos reservados.