menucelular

fecharmenu

Power Girl: Sofia Coppola

1Sofia Coppola é uma das grandes vozes femininas do cinema dos nossos tempos. Sou fã da cineasta e admiro a sua trajetória, que vem desde o seu primeiro longa, “Virgens Suicídas” em 1999, ao seu mais recente “The Beguiled”, ou em português “O Estranho que Nós Amamos”, responsável pelo seu prêmio de Melhor Diretor no Festival de Cannes. Apesar de não estar ainda no Brasil, já gostei do trailer e de alguns “teasers” vindos de entrevistas com Sofia. Em uma declaração feita para o jornal El País, ela comentou que o romance original, lançado em 1971, trazia uma visão masculina em relação às mulheres. Agora é a vez da sua lente feminista capturar novos ângulos e transformar a narrativa das suas personagens. Confesso que estou super ansiosa para assistir na íntegra (parece que estreia por aqui apenas em agosto).

Mas a sua primeira ida ao Festival de Cannes não foi como diretora. Sofia acompanhou seu pai, o cineasta Fracis Ford Coppola, conhecido pela famosa trilogia “O Poderoso Chefão”, em uma das premiações. Inclusive, teve um papel no terceiro filme, como Mary Corleone, mas a crítica não encarou muito bem a sua participação. Por ser filha de Francis, a jovem foi jogada aos leões, mas, com o tempo, deu a volta por cima. Forte e determinada, ela ganhou seu espaço ao sol e conquistou também a moda. Lembro dela em uma capa e recheio da Vogue italiana de 1992 – ainda com os cabelos longos. De repente, daquela menina, surge uma mulher, com atitude, cabelos curtos, dirigindo filmes e como símbolo de estilo (ela já foi rosto de campanhas da Louis Vuitton e Cartier).
2

Hoje, aos 46 anos, ela tem 6 filmes no currículo – todos com personagens marcantes, estética deliciosa (dos cenários ao figurino) e trilhas sonoras para escutar no celular. É tanto bom gosto! A sua elegância é genuína. E sou curiosa sobre as entrevistas dela também. Em uma das minhas viagens, vi uma revista com a Sofia na capa. Era a Gentlewoman, um título com matérias profundas e ricas, e tinha um editorial lindo em preto e branco com ela vestindo peças impecáveis de modelagens amplas. Muito chique! Sempre acompanho os looks dela e seu closet é composto por camisas e calças elegantes, vestidos superfemininos. 
3
Sofia também é conhecida por sempre escolher elencos dos sonhos. Para o The Beguiled, atrizes que eu adoro, como Nicole Kidman, Elle Fanning e Kristen Dunst, deram vida ao trio protagonista da história que se passa durante a Guerra Civil norte-americana.

4A cineasta também me lembra uma amiga e profissional incrível! Acho ela parecida com a Paula Mageste, que é diretora editorial das revistas femininas da Editora Abril. Ambas são power women!

Eu, como business woman, fico tão feliz em ver essa batalha das mulheres, em diversos segmentos do mercado, ganhando cada vez mais força. Sofia foi a segunda vencedora da categoria de direção do Festival de Cannes, que antes foi dado apenas à russa Yuliya Solntseva em 1961. Como não se orgulhar? :)

232 pessoas curtiram este post

Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Blog da Alice Ferraz 2013®. Todos os direitos reservados.