menucelular

fecharmenu

Vogue Brasil: Minha entrevista com Hans Feurer

Um dos momentos mais memoráveis da minha estadia em Londres rendeu até matéria especial no site da Vogue Brasil.

Eu não poderia ficar mais contente com o encontro com um dos mestres da fotografia de moda e ícone absoluto da segunda metade do século XX: Hans Feurer.

Acompanhe nosso bate-papo abaixo em repost da Vogue:

alice_ferraz_fotografo_01Alice Ferraz: O movimento é um dos pontos fortes do seu trabalho. O que ele significa para você?

Hans Feurer: Movimento é vida. Busco clicar modelos como mulheres reais, em situações onde elas estejam se deslocando. Não quero que fiquem estáticas, apenas posando para a câmera, “mortas”, como um objeto. Quero que o espectador sinta a vida e a beleza da mulher. Outro ponto importante para mim é a luz: sempre uso a iluminação natural, nada de flashes ou coisas do tipo. Tenho fotos que gosto muito que foram feitas em dias nublados ou na chuva.

alice_ferraz_fotografo_02Alice Ferraz: Os tons vibrantes são outro ponto-chave do seu trabalho e dessa retrospectiva. Você usa muito o verde, o amarelo e o azul, as cores do Brasil.

Hans Feurer: Sou como um pintor, as cores vêm na minha cabeça e, a partir disso, começo a colorir as minhas fotografias. Tento compor uma cartela interessante combinando os tons do cenário e os que aplico nos meus personagens. Junto com eles, penso nas formas do corpo e como explora-las da forma mais viva e envolvente possível.

alice_ferraz_fotografo_03 alice_ferraz_fotografo_04alice_ferraz_fotografo_05Alice Ferraz: Sei que foi apenas uma coincidência feliz sobre as cores do Brasil no seu trabalho, mas aproveito para perguntar: o que mais gosta no nosso País?

Hand Feurer: É mesmo uma coincidência feliz (risos). Adoro o Brasil, principalmente a música, é muito rica. Meus preferidos são, certamente, Baden Powell e Chico Buarque.

Beijos Alice

39 pessoas curtiram este post

Leia também:

Siga o F*hits nas Redes Sociais

    Blog da Alice Ferraz 2013®. Todos os direitos reservados.