menucelular

fecharmenu

#46éluxo

A todas e todos que estão acompanhando o Twitter hoje, vai esse comunicado:

eu nunca diria nada contra pessoas com tamanho 46! É tão absurda a colocação inverídica do jornalista João Varella que me surpreende uma revista como a Isto É Dinheiro publicar algo sem comprovação, tanto que agora pouco foi feita uma errata na matéria online. Isso comprova que nunca foi dito nada assim!

Eu acredito na liberdade e que a moda serve para atender o desejo individual de se sentir bem! Temos exemplos de sucesso absoluto como Adele, Queen Latifah e Preta Gil, lindas, que eu admiro e que estão na moda sempre.

Fico feliz que em tão pouco tempo o e-commerce F*Hits Shops tenha se consolidado com sucesso, conquistando clientes e repercussão positiva, isso tudo em menos de três meses de existência. Da mesma forma que no F*Hits temos blogueiras do Brasil inteiro, com todos os estilos e gostos, e parceiros que atendem a todos os bolsos. Trabalhamos com marcas de moda nacionais  e estamos procurando ampliar nosso portfólio, para atender todo o mercado.

Lanço aqui a campanha #46éluxo!

45 pessoas curtiram este post

Siga o F*hits nas Redes Sociais

15 comentários sobre “#46éluxo

  1. Pingback: #46naoentra, verdades e mentiras | Trilhos Urbanos

  2. Pingback: A polêmica sobre o F*Hits e publieditoriais #46naoentra | Pauta Feminina

  3. Pingback: Um sonho de valsa ou um corte de cetim: 46 não entra. (atualizado) « Bia Saltarelli

  4. Oi Alice
    Tudo bem? Li a matéria da revista e sinceramente acho que quem escreve deveria procurar saber todos os lados. Tanto que quando a F*Hits foi lançada eu estava fazendo um regime, e ainda estava tendo oscilações de peso (vivo num eterno regime), e no entanto, estava lá no lançamento da rede e fui aceita.
    É só olhar minhas fotos que postei para perceber que eu não estava magérrima:
    http://obasiquinhododia.blogspot.com.br/2012/01/lancamento-da-f-hits-shops-muito-legal.html
    Então não ligue para os comentários maldosos.
    Bjo

  5. Pingback: #46naoentra, verdades e mentiras por João Varella | The Hot Yellow Dot!

  6. Acredito na Alice Ferraz mas também acho que o F Hits deveria abrir espaço para o manequim 46… Se a moda é democrática e está ai para satifaster a todos os gostos e corpos que tal incluir um blog plus size no grupo, ai sim poderiamos dizer que 46 é luxo!
    Fica a proposta Alice.
    Bjos,
    Guiomar

  7. Apesar da polêmica “negativa”, creio que seja momento de ver novas oportunidades nesta discussão que está no ar! Realmente o mercado plus size tem potencial e deve ser visto como um nicho a ser ainda mais explorado por quem trabalha com moda, seja na área da comunicação, publicidade, marketing, como principalmente por parte das empresas, grifes que produzem moda. Certamente o público plus size quer novidades em roupas, com modelagens de qualidade e diferenciais que valorizem a silhueta. #46éoportunidade #46émoda!

  8. Então, concordo com a Guiomar!
    Acho que se a Alice provar que não há preconceito do F*Hits com as plus size deveria então haver pelo menos uma blogueira da categoria entre suas pupilas.
    No mais, acredito que Alice não tenha alguma coisa contra gordinhas declaradamente, mas a verdade é que a sociedade inteira tem essa pontinha de preconceito ainda, e cabe então a ela, líder do F*Hits ajudar a acabar com isso! Os meios de comunicação tradicionais já estão se rendendo à moda plus size… vamos ver os blogs!!!!

  9. O que eu acho que vocês deveriam faze é convidar uam blogueira #46, #48, #50 para fazer parte do time e mostrar que é possível se vestir bem mesmo sendo maior. O que não acontece. O que vemos são as blogueiras lindas e magras, o que é valido, mas não é para a maioria das brasileiras. E buscar fornecedores que trabalhem com tamanhos maiores que #46, até porque, onde as gordinhas famosas conseguem suas roupas???

  10. Pingback: Quando o post sai pela culatra

  11. Pingback: #46NaoEntra |

  12. Realmente continua sendo dificil encontrar roupa em tamanhos maiores, ainda assim já encontrei alguns sites que parecem ser especializados nisso, mas nada como uma loja fisica para comprar roupa (não gosto muito de comprar sem ter certeza que serve/fica bem)

Comments are closed.

    Blog da Alice Ferraz 2013®. Todos os direitos reservados.