menucelular

fecharmenu

Benetton – Unhate

Essa semana foi ao ar a nova campanha da Benetton. Ok, e daí? Daí que eu amei! No meio de tanta campanha engraçadinha ou de gente pelada, vem uma campanha tão forte e que ao mesmo tempo trata com leveza um tema sério. “Unhate”, algo como “desodeie”, se existisse essa palavra. Imagina você pensar em dar um beijo de amor/amizade no seu pior inimigo e deixando para trás mágoas, tristezas profundas, um passado que você gostaria de apagar…! Então, essa é a mensagem de Alessandro Benetton:

O ódio não cessa com o ódio em tempo algum, o ódio cessa com o amor.” 

“Se o amor global continua a ser uma utopia ainda que compartilhável, o convite a ‘não odiar’, a se opor contra a ‘cultura do ódio’, representa um objetivo ambicioso, mas realista” – explica Alessandro Benetton. “Com esta campanha decidimos dar visibilidade mundial a uma importante ideia de tolerância, para convidar os cidadãos de todos os países, em um momento histórico de grandes turbulências e não menores esperanças, a refletir sobre como o ódio nasce, sobretudo, do ‘medo do outro’ e do que não se conhece.”

E fica aqui a minha gratidão por me fazer pensar nisso tão profundamente!

2 pessoas curtiram este post

Siga o F*hits nas Redes Sociais

9 comentários sobre “Benetton – Unhate

  1. O propósito da campanha é sensacional, mas se o beijo fosse no rosto, teria muito mais gente observando o sentido e não só a imagem. Colocaram o Papa e o Imã na campanha e isso choca. Não pelo fato de serem dois homens. Não, isso não, mas com religião, não se “brinca”. Se a montagem fosse com trocas de abraços e beijos no rosto teriam acertado em cheio!

    • Me senti exatamente como vc, chocada e curiosa. Me fez pensar. E não é essa a função de uma boa propaganda? Levar os valores da marca, encanar e fazer pensar?
      Bj

  2. Não gostei.. beijo no rosto e abraços seriam mais apropriados e com certeza evitaria mais confusão, já que o sentido da foto é de mostrar amor! :)

  3. Na verdade eu achei deselegante e desrespeitosa. Não tenho religião e respeito a opinião sexual das pessoas, mas brincar com a ideologia/crença das pessoas é uma coisa séria. O amor pode ser demostrado de várias formas, talvez um abraço entre os líderes religiosos e políticos já fosse suficiente para passar a mensagem. A Benetton errou feio a mão.

  4. Achei que a campanha feriu o direito e a imagem de muitas pessoas…
    Chamar a atenção desrespeitando a intimidade e individualidade de terceiros não é criativo.
    A verdadeira criatividade se faz em encontrar soluções inteligentes, perspicazes e sutis.
    Chocar com o chocante, é realmente muito fácil.
    Taí. Falei.

Comments are closed.

    Blog da Alice Ferraz 2013®. Todos os direitos reservados.