Must know: Studio Casas para Studio Objeto

Como sempre digo, tenho um verdadeiro fascínio por acessórios repletos de sentidos. Independente da estética, é importante entender o que cada peça representa – sua origem, combinação e o que ela pode representar para você. Isso, muitas vezes, tem algumas relações com experiências e gostos que não estão diretamente ligados aos produtos em si. Durante a semana de moda milanesa, aconteceu uma das minhas novas descobertas: os brincos, anel e pulseira assinados pelo arquiteto Studio Casas para Studio Objeto. 

O criador da marca é o arquiteto Arthur Casas, que vem demostrando sua capacidade de criar diversidade e surpresa em seus projetos, ainda mais quando reúne influências cosmopolitas desde suas primeiras obras nos anos 80. Mas, fora das construções arquitetônicas, ele vem levando sua expertise em combinar elegância e inteligência em joias para o Studio Objeto, marca coordenada por sua esposa, a também arquiteta Ligia Costa. A dupla está trazendo linhas incríveis. Uma delas se chama Amorfa, composta por ouro, prata, ônix, cristal, diamantes e madrepérola em anéis e brincos com ar moderno e que valem como ponto de destaque fashionista do visual. Até porque há uma pitada artsy em cada item feito manualmente.

Fico encantada por ver a capacidade única do artista em dominar diferentes escalas de expressão (da arquitetura ao design de joias). O Arthur tem um olhar de construir e reconstruir.

1 pessoa curtiu este post.

Lurex Paula Torres

Definitivamente, temos boas heranças da era glam. Além das combinações e modelagens marcantes, algumas tonalidades, efeitos, texturas e materiais parecem ser os novos protagonistas dos looks urbanos. Entre eles, o tão querido lurex. Já há algumas temporadas, ele vem aparecendo nas passarelas e ruas, mas, felizmente, não é apenas “amor de uma estação”. Ele está durando! Isso porque, os fios metálicos e sua família “brilhante” também não passa despercebida. Na temporada de Inverno 2017, Anthony Vaccarello levou botas de cano alto cobertas por strass. Sucesso absoluto!

Para o próximo inverno, a shoemaker Paula Torres trouxe sua interpretação da tendência para botas com estrutura sock boots, que mistura elegância, modernidade e conforto (acima de tudo!). Dentro da cartela de metalizados, ela explorou o prata, como surgiu na passarela de Fall 2019 de Alberta Ferretti.

Para as apaixonadas por preto, a versão criada por Paula traz um brilho discreto e muito cool. Entre as marcas que investiram forte no neutro queridinho das it-girls está a Balmain para o Inverno 2019 e a label Christian Louboutin.

O tom marinho, que traz automaticamente um ar navy, vem com fios discretos, mas que trazem um contraste de texturas tão especial e sofisticado. Do outro lado, um jeito de inovar os calçados terrosos. Que tal acrescentar lurex cobre? A Azzaro fez esse mix em sua mais recente apresentação, mas com fundo preto. Nas botas, um jeito de transformar o visual monocromático em propostas fashionistas.

4 pessoas curtiram este post

Trend alert: Três shapes de bolsas para usar já!

A cada fim de fashion week, nos deparamos com uma infinidade de desejos. Independente do segmento (seja roupas, calçados ou acessórios em geral), a moda traz um supermercado de tendências. Isso porque, diferente do que acontecia nas décadas passadas, com suas estéticas tão bem definidas, a globalização favoreceu no desenvolvimento de uma democracia para usar diversos temas ao mesmo tempo. Por isso que, ao mesmo tempo que nos deparamos com bolsas micro, há maxibags em formato tote, hobo, com várias alças, vários tipos de texturas, cores e materiais. E, na última temporada, detectei a presença de shapes que acredito que vão balançar o coração das fashionistas.

Aqui, três apostas para o próximo Inverno 2019!

The Large Caryall é o nome dado para a it-bag que você pode carregar o máximo de objetos possíveis com apenas duas alças de mão de cada lado da estrutura. Fendi, Proenza Schouler, Giambattista Valli e Jil Sander investiram forte na tendência e lançaram versões de couro liso ou com pelos.

A evolução do que conhecemos como pochete. Pense no formato tradicional da bolsa, mas aplicado a um cinto. Dolce&Gabbana e Prada apostaram na onda em coleções passadas, mas, agora, Emilio Pucci, Roberto Cavalli e Fendi trouxeram alguns modelos que remetem às peças já existentes. Na Fendi, a Baguette vira it-bag para prender na cintura e a bucket, da Pucci, surge em tamanho mini e em dupla.

Ah, as bolsas fofas, com pêlos ou plumas. Uma tendência que apareceu com força há dois anos e, agora, está cada vez mais forte. Mistura de materiais, texturas, cores e shapes parecem ser o toque perfeito para decorar as bolsas. De Tod’s (com seu mix de animal print e pelúcia) à Prada, há combinações muito especiais para levar para o estilo urbano.

Pronta para escolher a sua?

4 pessoas curtiram este post