Peça-chave: Quimono

look_kimono_01Acessórios são transformadores. Eu, que não dispenso brincos, pulseiras, anéis e colares, sempre escolho um detalhe para dar um ponto de luz ou fazer uma combinação de universos diferentes. A moda é tão divertida! Um exemplo é o quimono, item clássico da vestimenta oriental, que sempre traz o requinte em sua modelagem com mangas amplas e seu comprimento que ultrapassa a linha do quadril. Desta vez, o elemento escolhido para combinar foi a choker, gargantilha que é febre nas últimas temporadas, toda de búzios. Um toque brasileiro e aquático que dá um refresh na peça nipônica.

Esta choker em especial tem uma história muito interessante. Foi um presente do Ateliê Casa Cleo, comandado pela Cleo Dias, uma artesã que conheci no lançamento do Texprima Loja Oficina, da Texprima. É um espaço para novos talento e a marca é uma das primeiras a participar deste evento. Fiquei encantada com a delicadeza e com a forma que foi feita.

look_kimono_02

Na passarela, o que não falta é inspiração de como usar o quimono. Lenços, como vistos no desfile da Gucci de Verão 2015, são ótimos companheiros para quem prefere um estilo à la Jackie Kennedy, que amava o acessório amarrado no pescoço. Para quem prefere que as atenções estejam apenas na peça, que tal uma versão toda estampada, com aparência de patchwork? Na Emilio Pucci, ele foi usado como vestido e ficou muito descolado.

look_kimono_03Na italiana Etro, duas opções elegantérrimas! A primeira traz a forma tradicional, com direito a obi (cinto original do quimono), mas em uma combinação monocromática com a calça de alfaiataria e maxibrincos. O ponto de contraste ficou para a sandália, que misturou materiais, recortes e tiras no tornozelo. O segundo é (muito!) sofisticado. O branco domina o look e o quimono ganha um cinto feito com corda e uma faixa de couro. Agora imagine substituir a calça dos looks por um jeans. É ou não uma maneira cool de levar a peça para o visual urbano?

Versátil, moderna e elegante no ponto! Um item-chave para ter no closet e usar o ano todo.

Beijos, Alice

3 pessoas curtiram este post

Leia também:

Trend Alert: sapatos brilhantes

glitter_shoes_04Vi tanto lurex, detalhes com tachas e glitter na última temporada de desfiles (e nas ruas também), que não deu outra. “Brilhar” é o segredo do próximo inverno. E mesmo quem gosta de looks mais discretos e minimalistas não vai ficar de fora desta vibe disco-glam.

Na passarela da Saint Laurent, o estilista Anthony Vaccarello fez tricôs metalizados, vestidos chiquérrimos com aplicação de tachas pequenas em volta do decote V profundo e nas botas de cano alto. Aliás, as botas que têm uma modelagem “fofa” já deram o que falar e arrancaram suspiros no front row.

glitter_shoes_05Lurex, cristais e glitters encontraram nas mules de bico fino com referência dos anos 40, mais específico no universo do filme Disney lançado na época, para o modelos encantadores de Mary Katrantzou. Veja como esta sintonia cria uma brincadeira de texturas incrível! Outros modelos, como o mocassim de salto altíssimo, tiveram só a plataforma com brilhos. Na Marco de Vicenzo, a bota de cano largo, com seu 70’s mood, tem aplicações de cristais iridescentes e um laço preto feito com fita.

glitter_shoes_02Prata ou colorido? Os dois! No futurismo da Chanel, a tendência veio de várias formas. Entre elas, as botas de glitter com cano alto e bico de verniz, um clássico da maison francesa. Na Missoni, o glitter brincou com as tonalidades solares e as estampas composta por cores vibrantes. Já a francesa Isabel Marant apostou na meia de lurex, hit de temporada, como elemento-chave da sua coleção. E o sapato escolhido para o match? Scarpin de glitter com laço!

Agora pense em como levar para a vida real. Você pode usar com um visual all black (incluindo uma pantacourt de alfaiataria) ou com camisa + jeans, em um match urbano supercool.

Beijos, Alice

4 pessoas curtiram este post

Leia também:

Peça-chave: camisa vitoriana

blusa_nude_babados_01Apaixonadas por pantacourt pants, atenção: há um novo perfect match para você incorporar no seu workwear! Eu, que adoro este tipo moderno da calça, encontrei uma forma equilibrar contrastes das últimas temporadas em um look superfeminino e delicado. No caso, a camisa nude de babados, LN Brand, com referências do estilo vitoriano. O modelo ainda tem duas tiras pretas que envolvem a gola e formam uma gravata. Nos pés, apostei na flatform metalizada, da Carrano, que tem solado tratorado e características dos sapatos masculinos, como esta amarração de oxford. Pantacourt + camisa vitoriana + calçados metalizados formam uma equação muito cool!

blusa_nude_babados_02

Nas passarelas, diversas releituras das camisas vitorianas ganharam espaço nos looks românticos, com boa dose de atitude e elementos contemporâneos. Na Zimmermann, duas versões inspiradoras. Na primeira, a bermuda de alfaiataria com cintura alta tem um ar à la garçonne, mas suave ao lado da camisa (toda rendada!) com mangas amplas bufantes e gola altíssima. É o encontro do passado com o presente na sua forma mais chique possível! Já o visual girlie ganhou espaço na combinação de (muitos!) babados, pink, florais e cintura super marcada com o cinto vazado.

blusa_nude_babados_03

Na coleção da Carolina Herrera, rainha da feminilidade e da elegância, a combinação da camisa com tecido transparente em tom rosado, com babados no centro da peça, na borda da gola alta e nos punhos. Veja como a monocromia funciona no look completo. A saia longa, com dois tipos de plissado cria uma harmonia – mas se fosse com uma calça pantacourt, a produção também seria um sucesso! A italiana N.21 apresentou uma proposta jovem, não tão literal da Era Vitoriana, e com boa dose de atualidade, referências esportivas e urbanas. Os babados com plissados finos encontram a gola e a barra de ribana, que lembram as usadas nas bomber jackets – com aquele espírito colegial. Para arrematar, uma dupla incrível: a saia lápis de comprimento mídi, coberta por bordados, e o mix de sandália de cetim e a meia colorida.

Beijos, Alice

213 pessoas curtiram este post

Leia também: